Apresentação

Com o modismo dos zumbis, resolvi ressuscitar dos “mortos da literatura” e assombrar um pouquinho: quero ficar na moda. Voltei do cemitério dos livros...

Bom, vamos ao que interessa.

Sempre quis fazer um blog um pouco diferente da linha dos literários ou mesmo daquele em que divulguei meu livro. Um lugar onde eu poderia exercitar uma maneira diferente de escrever (que não fosse a narrativa usada em literatura) e que pudesse falar livremente o que penso sem ser freado por questões de marketing ou divulgação. Meu antigo blog, www.aessenciadodragao.blogspot.com, é o ambiente inadequado para isso e, portanto, tive a ideia de criar um novo espaço. Só que por algum tempo ele só viveu no campo das ideias mesmo.

Toda a ideia “fermenta” numa mente agitada, e dali sai transformado em outra coisa. A princípio tive o desejo de fazer resenhas, como se já não tivéssemos resenhistas o suficiente na internet, quase um clichê (quase?). E se ao invés de falar sobre livros, por que não contar minha experiência não só na literatura, mas na vida de um modo geral? Isto poderia dar algum “caldo”! Quem sabe até engraçado!

Com este espaço, além de me forçar a escrever com uma frequência bem maior, poderia continuar interagindo com pessoas de uma maneira que não fosse simplesmente as feitas em redes sociais. Não vou mentir aqui: não sou fã delas (quero dizer das redes sociais, pois sou fã das pessoas), apesar de dever muito, principalmente, ao twitter na divulgação do meu primeiro livro. Creio do fundo do meu coração que eu seja apenas um perfil inadequado para as redes sociais e não elas que sejam erradas (resposta politicamente correta).

Tenho muitas invenções malucas para colocar aqui. Basicamente será um lugar para quem gosta de ler, coisa escrita mesmo, mas nada impede que algum vídeo ou coisa do gênero, se for interessante, não seja postado, entendeu? Uma vez inventado e concretizado, eu posto se realmente estiver bacana. Mas isso vocês é que dirão...

Então sejam bem-vindos ao blog, principalmente os corajosos que resolveram ler minhas insanidades. Tomara que tirem algo de bom, porém se não o fizerem me processem judicialmente. Talvez eu tenha uns dois reais numa caixinha de trocados para dar de indenização.


Bem-vindos ao Planeta da Ficção, onde o real e irreal se confundem, como na vida de qualquer um.

Nenhum comentário: